IBN Coaching

Márcio Martins em atendimento com coachee

As melhores dicas para fazer o coachee se comprometer com suas ações

Se você é um coach (treinador) e chegou até aqui, saiba que está no lugar certo! Ao realizar essa leitura será possível entender o que realmente funciona, quando assunto é conseguir fazer o coachee se comprometer com as suas ações.

Contudo, se você está no papel de coachee (cliente), ou ainda é apenas alguém procurando entender melhor o processo de coaching, aí vão os nossos parabéns! Saiba que participar desse processo tão magnífico que é o Coaching significa dar um importante passo para sair de um estado que hoje, provavelmente, te deixa sem direção, para ir rumo ao alcance de suas metas.

Vamos entender melhor?

O coachee deve estar conectado com o processo

Sempre que o coachee (cliente) chegar para fazer o processo de Coaching é primordial criar com ele um vínculo onde há uma confiança mútua. Assim, o coachee precisa sentir que está em um ambiente seguro para poder conversar e realizar uma análise sobre os fatores que o impedem de concretizar os seus objetivos. Com isso, o percurso será construído em conjunto para que as metas previstas sejam realizadas.

Neste sentido, é essencial que você saiba como fazer rapport com o seu coachee e também como ganhar autoridade com ele, já que quanto mais autoridade mais haverá confiança no processo e, assim, o engajamento do coachee aumentará ainda mais.

O coachee precisa estar comprometido com as ações

Neste ponto é importante sinalizar que quem define a meta é sempre o coachee, e as ações sempre serão ditas por ele. Isso faz com que ele gere compromisso e coerência para fazer o que precisa ser feito.

Portanto, após vocês definirem o que será realizado, pergunte ao seu coachee: de 0% a 100%, qual é o grau de comprometimento que você tem perante aquela ação que foi estabelecida?

Neste ponto é muito comum o coach responder: 80%, 70%, 50%… e aqui está um grande segredo. O coachee nunca poderá sair de uma sessão com menos de 100% de comprometimento com a ação dada. Por isso, é importante verificar com ele o que precisa ser feito para que ele se comprometa 100% com aquela meta.

Essa pergunta faz com que ele reflita sobre o que o impede de fazer o que precisa ser feito e, dependendo da resposta, vocês podem criar uma ação ou modificar um processo que já foi definido. Exemplo:

O coachee traz como comportamento, a vontade de ir à academia 6x por semana e diz que se compromete 50% em realizar essa ação – aqui é importante também compreender se essa meta é ecológica (já falamos sobre isso em outro post). Neste momento, você pergunta para ele o que precisa para comprometer-se 100% com essa ação. Assim, você saberá quais os medos ou receios de ele não conseguir ir os seis dias à academia. Desta maneira, a meta pode ser mudada para 3x na semana fazendo com que exista um comprometimento de 100% com a ação proposta.

Faça a ação virar uma meta

Esse passo é extremamente importante. Questione o coachee quando ele vai começar a executar a ação, quais são os dias da semana/mês/ano, qual horário e quantas vezes ele vai fazer essa ação. A partir do momento que você coloca data em terminada ação, ela agora vira uma meta!

Faça o coachee gerar o compromisso com você (coach) e com as ações que ele definiu para si próprio!

É muito importante gerar no coachee o desejo de se comprometer e ter coerência com as suas ações. Afinal ele quer melhorar as áreas da vida, e para que isso aconteça deixe claro que apesar do coach ser uma alavanca pessoal para construção do caminho, quem faz o percurso é o próprio coachee.

Por isso, faça combinados para que ele se lembre de executar as tarefas, talvez usando um despertar, ou calendário. Vocês ainda podem combinar de ele lhe avisar cada vez que a tarefa for cumprida. Ou ainda, vocês podem combinar de o coach cobrar o coachee da tarefa caso não venha a mensagem de que a mesma foi cumprida.

Analise o seu coachee e verifique sempre o que melhor se enquadra para cada caso.

Algumas dicas de ouro:

  1. Faça rapport com o cliente;
  2. Tudo se definirá pelo mapa do cliente;
  3. Metas sempre no positivo;
  4. O cliente deve ter uma forma eficaz de lembrar sobre a execução das suas tarefas;
  5. O cliente sempre sai da sessão com tarefas a executar.

Com esses passos, o processo se tornará muito mais eficiente e o resultado sairá conforme o esperado! Acredite, é possível fazer dar certo. Portanto, continue acompanhando o nosso blog para saber mais sobre como tudo que envolve coaching pode ocasionar uma verdadeira transformação na sua vida! E aproveite também para assistir essa aula com Márcio Marttins no Youtube.

Quer saber como potencializar ainda mais os resultados na sua vida, em todos os setores? Ou se você é coaching e quer levar seus atendimentos a um nível muito mais elevado, conheça os treinamentos do IBN Coaching.