IBN Coaching

Psicologia positiva: o que é e por que importa?

Neste post vamos explorar as vantagens e benefícios da psicologia positiva. Mostrando para você como usar esse conhecimento rico e transformador. Acompanhe conosco e leia até o final, pois com certeza vai agregar muito conhecimento na sua jornada.

O que é a psicologia positiva?

A psicologia positiva consiste em você perceber o que há de positivo em uma ação, ao invés de você focar a sua mente no que é negativo. Para mudar isso, você vai focar no que é positivo.  Ou seja, na psicologia positiva ao invés de você punir o erro, você gratifica o acerto. Essa é a grande tese da psicologia positiva.

Psicologia positiva: mulher com lenço na cabeça de frente pra janela com cortinas brancas e o braço pra cima comemorando9 a cura do cãncer

Como praticar a psicologia positiva?

Um ponto importante a ser ressaltado é que sempre quando você for falar com alguém, certifique-se de que a pessoa está no estado adequado para receber a informação, seja ela boa ou ruim. Para que você faça isso, é necessário retirar todos os pré-julgamentos que você possa ter feito sobre aquela pessoa e agir com ela com neutralidade e naturalidade. Assim, ela vai se sentir segura ao vir conversar com você.

Muitas vezes quando as pessoas erram elas têm uma ausência de facilidade em assumir o erro e acabam terceirizando a culpa. É comum ainda a pessoa nem sequer te comentar sobre o erro por uma insegurança interna que faz ela sentir medo de dizer o que aconteceu.

Por isso, que nesses casos é primordial o uso da psicologia positiva. 

Você vai aplicá-la, primeiramente, fazendo a pessoa se sentir à vontade para contar o ocorrido, ainda que ela entre na conversa em modo defensivo com argumentos do tipo “não foi culpa minha”, “não consigo” ou outros motivos quaisquer. Você não deve dar ênfase a esses comentários, mas sim focar na solução. 

Dito isso, basta você trazer uma frase com o seguinte conceito: “Entendi, tudo bem. E o que você fez?” Digamos que a pessoa em questão tenha combinado de fazer uma tarefa com você e ela não tenha realizado essa tarefa, nesse caso ela pode dizer: “Eu não fiz nada, nem iniciei a tarefa.” Dentro desse contexto, você pode perguntar o que ela aprendeu de positivo com isso. Se ela trouxer um contexto dizendo “sou inútil”, por exemplo, você vai dizer que ser inútil não é algo positivo, na verdade é algo negativo. Então, peça novamente para ela trazer um aprendizado positivo. Deixe-a dar a resposta.

Da mesma forma, você pode ofertar um elogio quando ela conseguir fazer uma tarefa qualquer.

Psicologia positiva: executiva sentada no escritório encostada na cadeira com as mão apoiadas no pescoço e expressão feliz

Como usar a psicologia positiva com crianças?

Com crianças essa psicologia funciona muito bem. Muitas vezes os pais focam em consertar o erro dos filhos, tornando-se fiscalizadores da criança. E qualquer erro como quebrar um copo, por exemplo, torna-se algo frustrante para os pais e principalmente para a criança. 

É comum ainda vermos crianças viciadas em jogos. Neste contexto, analisando a psicologia do jogo, cada vez que ela passa de fase o game traz uma bonificação, ou um elogio pra ela. Isso faz com que a criança fique fissurada naquilo. Quando ela erra no game ela tem outra chance, sem críticas, apenas uma nova chance. Já na vida real, as coisas boas passam batidas e os erros são exaltados.

A importância da psicologia positiva

Citei o exemplo acima para deixar bem evidente a importância da psicologia positiva. Quando você incentiva e elogia seja o seu filho, o seu liderado ou a si mesmo, certamente estará desenvolvendo hábitos e impulsionando práticas mais saudáveis. Lembre-se: o elogio tem o poder de potencializar as pessoas.

A importância de usar a psicologia positiva de forma adequada está principalmente em focar no que a pessoa faz de bom. Isso vale também para você, não só para os outros! 

Vemos muitas pessoas sofrendo com processos de autopunição porque não conhecem ou não sabem como aplicar a psicologia positiva em si mesmas. Pessoas que muitas vezes não conseguem nem reconhecer as próprias qualidades. Nesse caso, te deixo como dica parar por um minuto em frente ao espelho e se auto elogiar. Diga para você mesmo as coisas que você tem de bom e as que ainda vai desenvolver de positivo.

Uma última dica sobre a psicologia positiva é sempre usar a linguagem do sucesso, e sempre que for combinar metas trazer elas no positivo. 

É comum vermos as pessoas dizerem: “eu quero perder X quilos”. O cérebro entende a palavra perder como algo negativo, então se você vai perder algo significa que você vai ter que repor. E acontece então o chamado “efeito sanfona”, onde a pessoa emagrece e engorda. Ao invés disso, ela pode dizer que quer chegar no peso X. Assim vai estar condicionando também a sua meta para aquilo que ela quer.

Psicologia positiva: mulher feliz com meta de perder peso

Seja um feedback, uma meta ou a sua própria mentalidade é muito importante você pensar positivo. Pense positivo e aja de tal forma, assim você será uma pessoa muito mais feliz, otimista e saudável!  

E se você deseja conhecer mais sobre como trabalhar a sua mente, confira nossa grade de cursos. Nós temos os melhores treinamentos para o seu desenvolvimento pessoal e profissional.