IBN Coaching

Os 4 passos da inteligência emocional

A grande maioria dos seres humanos acredita que a inteligência está apenas direcionada ao nível de QI (quociente de inteligência) que uma pessoa possui. Contudo, hoje se compreende que existem diversos tipos de inteligências que regem a nossa vida, entre elas, talvez a que mais tenha impacto é a INTELIGÊNCIA EMOCIONAL.

Afinal de contas, você sabe como está a sua inteligência emocional?  Como você tem lidado com as suas emoções? Hoje é você quem domina as suas emoções ou você é dominado por elas?

Vamos trazer nesse artigo, uma dica sobre como você pode desenvolver a sua inteligência emocional a partir de 4 passos simples. Continue a leitura e descubra.

Mulher sentada na cadeira com expressão de preocupação com pessoas a consolando em volta

CONHECENDO OS 4 PASSOS PARA DESENVOLVER A INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

Passo 1: PERCEBER

Cada indivíduo tem uma linha chamada “linha da plenitude”, que durante o dia a dia sofre diversos estímulos. Quando um deles atua de forma negativa é normal que exista um desconforto, o que significa que esta linha da plenitude está sendo afetada.

É importante identificar esse desconforto, o que está incomodando você e perceber de qual das emoções essa sensação vem acompanhada, seja o medo, a tristeza, a raiva ou a alegria, quando você identifica essa emoção, você consegue então ir para o próximo passo.

Passo 2: COMPREEENDER

É importante identificar qual é a emoção que está fazendo você ter esse sentimento/comportamento indesejado, ou seja, conforme foi citado anteriormente nós temos 4 emoções principais: medo, tristeza, raiva e alegria.  Quando você compreende qual é a emoção que está sendo movimentada, fica apto para dar o próximo passo.

Passo 3: CONTROLAR

Agora você é capaz de controlar, já que trouxe para o consciente a percepção de algo que estava incomodando e, assim, identificou qual das emoções que estava sendo movimentada. Um exemplo: no caso da raiva, o recomendado é buscar a calma, ou seja, baixar a intensidade emocional e ao fazer isso vamos para o último passo.

4º Passo: GERENCIAMENTO

Agora que eu sei qual a emoção que está sendo movimentada e estou no domínio dela, posso usá-la no positivo. A raiva talvez para me impulsionar a fazer alguma coisa, a tristeza para valorizar alguém, ou algo, um sorriso através da alegria, o medo como proteção.

Eu ter a capacidade de perceber, compreender, controlar e gerenciar as minhas emoções me oferta a possibilidade geral sobre a minha inteligência emocional.  

Mulher sentada na mesa do escritório meditando enquanto os papéis voam em torno dela

Imagina como seria se os líderes de empresas, se o gerente de uma empresa, de um setor comercial, um indivíduo que trabalha com equipes ou com pessoas que é um vendedor ou coisas do nível e ele tenha a capacidade de ter esse controle. De perceber qual é a emoção que está incomodando, talvez o que o cliente disse, o que o colaborador falou, o que um líder falou, percebeu, compreendeu, controlou e gerenciou, isso é o domínio das emoções.

Isto nada mais é do que a inteligência emocional.

Que tal começar a aproveitar todos os benefícios que ela oferece? Para entender um pouco mais e continuar evoluindo BAIXE GRATUITAMENTE O E-BOOK sobre Inteligência Emocional.

O conteúdo deste post também está disponível em vídeo.