IBN Coaching

Capa do filme Soul da Disney

Cine Herói: Soul e as principais lições do filme sobre propósito

O filme Soul lançado pela streaming Disney Plus em 25 de dezembro de 2020, traz uma profunda reflexão sobre o nosso propósito de vida e o que realmente deveríamos dar valor. 

A animação é dos mesmos criadores de Divertidamente e UP, e também é o primeiro filme da Pixar com um protagonista negro. A história do filme Soul acontece entre o mundo real e o mundo espiritual, buscando mostrar a conexão de ambos e levantando várias questões existenciais, como o que acontece no pós vida. 

O filme permite uma série de interpretações e vamos listar algumas aqui, falando principalmente sobre propósito de vida.

SOUL: UM BREVE RESUMO DO FILME

O filme conta a história de Joe Gardner, um homem de meia idade que vive sozinho em Nova York. Professor de música em uma escola local, seu grande sonho é se tornar músico profissional como o falecido pai.

Ao cair em um bueiro Joe acaba indo parar em um lugar chamado Escola da Vida (pré vida), onde as almas aprendem diversas coisas e criam suas personalidades como animadas, zangadas, entre outras.

E é neste lugar que Joe acaba conhecendo a Vinte e Dois, um espírito que não quer de jeito nenhum viver na terra.  Contudo, ela acaba se tornando a única oportunidade de Joe voltar para terra para viver o seu tão esperado sonho.

AS PRINCIPAIS LIÇÕES DO FILME SOUL

(➡Atenção aqui tem spoilers!)

Apesar de ser um filme infantil, Soul deixa no ar diversos aprendizados da vida adulta. Vamos listar aqui os que mais marcaram para nós:

Para viver de verdade você precisa ter um propósito

A Vinte e Dois dentro do filme passa longa data evitando vir para a terra e nascer. Ademais, ela tem diversos tutores como Madre Teresa de Calcutá, Gandhi e Copérnico, que não conseguiram ajudá-la e, sendo assim, ela permanece sempre na mesma zona de conforto.

Porém, após passar um tempo na terra ela consegue encontrar o seu propósito e muda a sua percepção sobre viver por aqui.

Do mesmo modo, em nossa jornada muitas vezes podemos nos sentir perdidos, sem rumo. Assim, a vida parece vazia e não queremos sair da nossa zona de conforto, da mesma forma que a Vinte e Dois. Ao mesmo tempo, podemos não estar aproveitando tudo o que poderíamos e vivendo de fato dentro do nosso propósito. O filme Soul mostra a alegria da Vinte e Dois ao receber o último selo que é o seu propósito, e agora ela pode finalmente nascer.

Cuidado, pois você pode estar sendo absorvido pelos processos

Em um dado momento do filme é mostrado uma cena onde a Vinte e Dois e o Joe encontram várias almas perdidas cobertas por suas aflições e ansiedades. Nesse contexto, o convite é para nos proporcionar a reflexão do quanto nos deixamos levar por nossos sentimentos ruins, a ponto de ficarmos alienados aos processos. Dessa forma, vivendo no automático e por vezes até de forma compulsiva, seja ela a compulsão por jogos, por trabalho, dentre outros vícios que não nos levam ao progresso.

Veja bem, ter esses comportamentos não é ruim, mas quando se perde o equilíbrio é como se você fosse absorvido pelo comportamento equívoco e mais uma vez a vida se torna triste e vazia. Afinal, você não vive por um propósito ou inspiração, algo que te motive todos os dias a sair da cama. A cena que retrata essa situação mostra pessoas perdidas que parecem que estão desconectadas da vida.

O egocentrismo pode afastar as pessoas

A Vinte e Dois, agora no corpo de Joe, vai até o barbeiro ajustar o corte e começa a falar de coisas adversas e também escuta o que a história de vida do amigo barbeiro. Apesar de Joe ser um cliente assíduo, nunca havia feito isso antes pois, toda vez que ia cortar o cabelo, ficava apenas falando do seu sonho e sobre jazz.

Soul mostra de forma evidente como a relação dos dois flui quando o barbeiro também consegue falar. Afinal, é extremamente importante nas relações sermos o ouvinte também.

A felicidade está no simples

O filme mostra diversos momentos em que a Vinte e Dois (agora Joe) se sente realizada com pequenas coisas como, por exemplo, comer uma pizza, provar um pirulito e ver uma folha de árvore caindo. De fato, pra ela é tudo novo e empolgante, coisas simples que em diversos momentos da nossa vida podemos não estar dando o devido valor e deixando passar batido.

Muitas vezes algumas pessoas sonham com algo grande e, sim, é certo sonhar. Contudo, ainda assim, devemos valorizar também as pequenas coisas. Afinal, se não somos gratos com o que temos agora, porque mereceríamos mais?

Qual é o sentido da vida?

Acredito que esse é o maior questionamento do filme. Afinal de contas, porque estamos aqui? Porque fazemos o que fazemos? O filme nos convida a refletir sobre qual é o real sentido de estarmos vivos ao mostrar Joe no leito de morte lutando para voltar à vida.

Você fez tudo o que você quis ou apenas viveu esperando por algo que nunca aconteceu?


Joe esperou a vida inteira para poder de verdade seguir o seu sonho. O filme, mostra o quanto ele é infeliz no trabalho, o qual acaba de receber uma oportunidade de ser promovido para turno integral. Enquanto a mãe de Joe fica extremamente feliz, pois isso representa estabilidade financeira para o filho, ele sente uma extrema frustração. No mesmo dia, ele recebe uma oferta para tocar em uma famosa banda de jazz e se sente realizado. Contudo, Joe tem a preocupação da aprovação da mãe e acaba não conseguindo realizar seu sonho no início do filme devido ao acidente.

Nesse cenário, cabe uma reflexão do quanto em determinados momentos as pessoas vivem a vida que os outros esperam, vivendo para atender a expectativa do outro, ao invés de lutarem por seus sonhos.

Valorize o que tem valor

A vida de Joe antes de conhecer a Vinte e Dois não tinha cor. Afinal, ele vivia de forma egocêntrica, pensando apenas em si mesmo e nas suas frustrações. Na verdade, podemos dizer que ele existia, ao invés de viver de verdade.

A reviravolta na vida dele é tamanha que ele abre mão da própria oportunidade de voltar à vida para dar lugar à Vinte e Dois. Além disso, ele a auxilia no momento em que ela se sente insegura e com medo.

Em resumo, o filme mostra a importância de valorizar amizades, valorizar as coisas simples da vida e principalmente valorizar o tempo presente. Às vezes focamos tanto no objetivo que esquecemos de aproveitar a jornada. Viva o hoje, pois o amanhã pode não existir.

E pra você, quais foram as suas percepções do filme Soul?

Se você ainda não assistiu esse belíssimo filme, ele está disponível na plataforma de streaming Disney Plus.


Diretores: Pete Docter, Kemp Powers

Roteiristas: Pete Docter, Kemp Powers, Mike Jones

Lançamento: 25 de dezembro de 2020

Duração: 1h40min

Gênero: animação, comédia, aventura


Se você quer saber como ainda nesta vida encontrar o seu verdadeiro propósito e viver de forma muito mais plena, assim como a Vinte e Dois e o Joe, CLIQUE AQUI ou fale com um de nossos consultores.